quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Pérolas

Hoje me inspirei nas pérolas!!!

Postei um texto sobre elas, uma curiosidade!
E algumas fotos da minha linha artesanal de pérolas de água doce e prata 950! Todas artesanais e feitas com muito amor! E é claro, aceito encomendas!
Espero que gostem!

Pérolas

As pérolas – lágrimas do mar, produzidas por moluscos perlíferos, encantam e fascinam desde os primórdios da humanidade por sua beleza inata. A formação da pérola contém toda uma magia por ser a única gema que é oferecida pronta pela natureza.

A pérola natural é aquela que provém de uma ostra sem a ajuda do homem, onde um agente externo entra acidentalmente dentro da mesma e este agente irritante provoca a formação de uma substância chamada nácar que vai envolvendo o grão até a formação completa da pérola.

Observando a natureza, o homem aprendeu a induzir a formação das pérolas, criando assim as chamadas pérolas cultivadas, cujos aspectos externos são exatamente os mesmos das pérolas naturais, porém são obtidas introduzindo um núcleo cuidadosamente no molusco, fazendo o papel do agente irritante que será recoberto pelo material perlífero. As pérolas cultivadas de água-doce são também denominadas pérolas Biwa. Nos anos cinqüenta, o lago Biwa, em Kyoto (Japão) foi o pioneiro no processo de cultivo de pérolas.

No processo de avaliação de uma pérola devemos levar em consideração seu formato, cor, tamanho e brilho. Quanto ao formato, podemos dizer que as pérolas podem variar de perfeitamente esféricas a barrocas, sendo as esféricas as mais valiosas.
As pérolas são encontradas em várias cores e as mais comuns são: rosa, branca, bege e amarela. As pérolas cultivadas no Thaiti podem ser encontradas nas cores preta, cinza, azul, roxa e marrom. Das pérolas cultivadas, a preta é a mais rara. A maior pérola encontrada tem 5cm de diâmetro, pesa 450 quilates e se encontra no museu de South Kensington (Londres).

Por ser uma gema orgânica frágil e delicada, a pérola requer cuidados:
- Nunca limpe pérolas com jatos de vapor ou materiais abrasivos.
- Por serem porosas, não devem entrar em contato com água ou umidade, e deve-se evitar utilizá-las em praia, piscina ou banho.
- Não passar perfume, laquê ou cremes sobre as pérolas. Não expor as pérolas ao calor do secador de cabelos.
- Se entrarem em contato com o suor, devem ser limpas com uma flanela ligeiramente úmida.
- Elas devem ser guardadas em saquinhos de pano ou caixinhas. Não utilizar embalagens plásticas.
- Reencordoar sempre que necessário, para evitar o escurecimento das pérolas.

Fonte: www.joiabr.com.br – texto de Patrícia Peixe e Biane Motta.











Foto: Fernando Codevilla

Um comentário: